«

»

jan 02

Marketing no Facebook – Construa sua Marca Usando as Redes Sociais

FORMACAO redes sociaisSe você está promovendo sua empresa, um produto ou a si mesmo, aprenda a tirar o máximo proveito das Redes Sociais.

Isso não deveria ser uma surpresa, mas as pessoas agem nas redes sociais quase da mesma maneira que na vida real. Pense nisso como uma caminhada com destino a uma festa na companhia do amigo de um amigo de um amigo. Comunidades no Facebook, Twitter ou Ning, assim como as pessoas na festa, exibem as mesma regras de interação social.

Difícil foi o tempo daquelas primeiras festas, quando você ainda era um adolescente desajeitado. E como não há escola na internet, vamos recorrer à mãe para ver os conselhos que ela tem a oferecer.

Questões de Personalidade

Aqui está você, de pé à beira da piscina. Sua mãe diz: “Você está vestindo a roupa certa? Está sorrindo? As primeiras impressões são as que ficam”.

Uma rápida examinada na sala revela que algumas pessoas são mais populares que outras. Então, vamos dar uma olhada em alguns tipo que você não quer ser.

a pessoa solitarioO SOLITÁRIO: Este tipo de pessoa deve ter algo interessante a oferecer – mas não oferece. Ele ou ela provavelmente vai para casa sem companhia e despercebido. Pensa: “Estou aqui e gostaria que alguém falasse comigo. Sou muito interessante se você de fato me conhecer”.

Mamãe diz: “Só porque você está aqui, não significa que fará amigos. Você precisa se lançar e dizer alguma coisa”.

Criar uma página no Facebook ou uma conta no Twitter é apenas uma curta caminhada pela sala. Você terá que se ocupar com outras pessoas, se quiser desenvolver relacionamentos.

Na próxima vez que você ouvir “todo mundo se sociabiliza; nós também deveríamos”, considere o seguinte: temos algo valioso que mereça ser compartilhado? Dispomos de recurso para compartilhá-lo regularmente, monitorar menções à marca e responder a ela? Se a resposta a todas essas questões for “sim”, então diga alguma coisa e inicie uma conversa.

O INCONVENIENTE: este tipo costuma falar alto, em tom elevado, para compensar a falta de algo interessante a dizer. Ele quer atenção o tempo todo.

Mamãe diz: “Não seja indiscreto. Aprenda a escutar os outros”. Não conte com ele para uma atitude solidária ou voluntária.

Empresas ou indivíduos que falam sem parar sobre si mesmos sem ouvir o que os outros têm a dizer perdem espaço em uma comunidade on-line. Há amigos e família lendo seus feeds. As pessoas com quem você compartilha algo têm relacionamento real com seu consumidor.

O ESPALHAFATOSO: este tipo costuma brilhar. As pessoa gostam de se reunir à sua volta, mas logo percebem o quanto ele é inacessível, intimidador e até enfadonho. Você nota que há muitos tipos assim on-line: um novo site, um novo investimento social, tudo parece bacana e excitante. porém, a “lua de mel” acaba porque ninguém soube investir de fato no relacionamento.

Transparência gera confiança. Deixe as pessoas verem o homem atrás da cortina.

Mamãe diz: “Beleza é só aparência. O que vale é o que está dentro”. Faça o relacionamento ultrapassar o nível superficial oferecendo valores verdadeiros como conselhos e outros recursos. Após ganhar a confiança de um pequeno grupo, outros se juntarão.

a pessoa faladeiraO AFETADO: sempre falando muito e querendo opinar sobre qualquer coisa, este tipo pensa que sabe tudo…

Mamãe diz: “Apenas seja você mesmo”. Sua voz é o melhor reflexo de sua marca, então, seja verdadeiro. Você evitará várias situações embaraçosas se focar aquilo que realmente domina.

Esses quatro tipos descritos acima geralmente não têm sucesso nas relações sociais. Você pode pensar em muitos outros também. Então, qual é o segredo de ser popular? De acordo com mamãe, é muito simples: “Trate as pessoas como elas querem ser tratadas”.

Pense nos relacionamentos que você teve no passado, os bons e ruins. Você irá concordar que um relacionamento saudável envolve paciência, amadurecimento, mudanças e, o mais importante, escutar sempre o outro. Suas relações on-line precisam se empenhar no mesmo sentido. Não é uma campanha, é um compromisso.

RESPONDA RÁPIDO

A Comcast, uma empresa de sinal a cabo dos Estados Unidos, é famosa por frustrar seus clientes com um péssimo serviço. Diante disso, seu gerente de serviços ao consumidor criou uma conta no Twitter para ter um contato público e aberto com seus clientes descontentes. O executivo monitora os tweets relacionados à empresa e responde às reclamações o mais rápido possível, o que tem gerado respostas positivas das pessoas. Um simples gesto de reconhecimento insatisfeitos.

As respostas dos clientes têm ajudado a construir um longo caminho de proteção à marca. E todo esse relacionamento vem sendo conduzido publicamente, uma vez que transparência gera confiança – deixe seu público ver quem é o homem atrás da cortina; ouça seus consumidores e responda diretamente a cada um. Compartilhe e retweet o que há de melhor em seu público. Encare o fato de que ele é mais importante que você.

SEJA AVENTUREIRO

Não tenha medo de se expor e fazer algo diferente. A Pepsi suprimiu seu anúncio no super Bowl para apoiar o projeto “Gest Fresh” – www.refresheverything.com/30days. A meta era oferecer 1,3 milhão de dólares a pessoas, empresas ou organizações sem fins lucrativos, com ideias que causassem impacto positivo na sociedade. O público foi convidado a enviar ideias, eleger as melhores e ganhar dinheiro. A campanha continuou a mobilizar as pessoas on-line mesmo depois que os anúncios do Super Bowl já haviam sido esquecidos. A Pepsi se beneficiou ao abraçar a ideia de que o público tem algo mais interessante a dizer do que realmente diz.

Cada pessoa com quem você se comunica exige uma aproximação diferente

CONHEÇA SEU PÚBLICO

Certifique-se de que você sabe com quem está falando antes de abrir sua boca. Cada pessoa com quem você se comunica exige uma aproximação diferente.

Uma cadeia de restaurante começou uma campanha no Twitter em 2010 após avaliar que seu público era “jovem e urbano”. Gírias, siglas e expressões pouco convencionais deram o tom das mensagens. Logo, as pessoas começaram a reclamar que se sentiam ofendidas por achar que a empresa os via como adolescentes burros e mal-educados. Embora muita gente use de fato aquele tipo de linguagem, o público não quer ser classificado em uma categoria vista como imatura e despreparada. Após ter esse retorno, a empresa reconheceu seu erro, se desculpou e manteve a conta no Twitter, porém com os seguidores que ela realmente buscava.

Sendo assim, bem-vindo à festa da rede social. Lembre-se do básico na natureza humana e da interação social, e logo você não será apenas mais um rosto nessa festa. Não se esqueça: mamãe ficará muito orgulhosa.

Fonte: Revista: “O Guia Completo do Facebook” – Páginas, 133-35. (2ª impressão)

Compartilhe este artigo:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Add to favorites
  • LinkedIn

Related posts:

Sobre o autor

Sandra

Sou uma pessoa determinada, cheia de sonhos e objetivos a alcançar na vida. Sou Analista de Mídias Sociais e Internet Marketing!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>